Não perca o equilíbrio

Tumblr_m9gnxviorn1qlzvnlo1_500_large 

Segure-se em um sonho,
se tiver a chance, segure-se em mais de um.
Mas, nunca perca o equilíbrio e a coragem.

De a mão para a felicidade,
abrace seus desejos e encare seus medos.
Mas, não esqueça, equilíbrio é tudo.

Corra riscos, erre por alguns momentos,
brigue, faça as pazes e chore.
Mas, não deixe o equilíbrio de lado.

Meça suas atitudes, troque a canção,
viva o hoje sem limites e orgulhe-se.
Mas, deixe o equilíbrio bem à vista.

Faça pelo menos uma loucura boa,
deixe pelo menos uma felicidade chegar,
permita que bons sentimentos te embriaguem.
Mas, não esqueça, o equilíbrio tem que ser seu par.
Comentários
16 Comentários

16 comentários:

  1. Adorei. O equilíbrio é imprescindível, sem dúvida.

    www.florescerepalavrear.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Gostei (:
    Também acho que nunca podemos perder o equilíbrio mas, nem sempre conseguimos não cair.
    http://www.avidaemletras.com/

    ResponderExcluir
  3. Nunca podemos perder nosso equilibrio. É o que nos faz fortes.
    Beijão juu.

    www.detalhesamor.blogspot.com / @keithpappen

    ResponderExcluir
  4. Juuu, que poema lindo *-*
    Na vida deve-se ter equilíbrio, ele que permite que tudo na vida seja aproveitado, de forma certa e linda.

    ResponderExcluir
  5. Adorei! Muito bonitinho o poema *-*

    Beijo
    Mariana | Sem querer me intrometer

    ResponderExcluir
  6. Ameeei!Ainda não tinha pensado sobre isso de equilíbrio,que legal :)
    xo,
    its-becky.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. O equilíbrio nos deixa sóbrios para enfrentar as duras batalhas da vida.
    Lindo!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Pois é, é preciso viver com equilíbrio, porque o equilíbrio faz com que a gente não perca o bom senso e ainda sim, viva da maneira que preferir.
    Beijinhos

    hiperbolismos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Busco tanto isso! Lindo sempre, Ju ;*

    ResponderExcluir
  10. Somos entretidos das mais diversas formas, contudo nenhuma alcança a pujança dos sonhos: não só àqueles de quando dormimos, mas me refiro a todos. Inclusive, portanto, aos que nos acometem no meio da rua ou em quaisquer outros lugares. Acometem? Pois é. Quem nunca se viu extasiado, de supetão, por um sonho incontrolável?
    Miríade de sonhos!
    Viver nas asas da imaginação e do desejo. Pavonear adrede por aí com um punhado é uma honra imensurável. Não precisa ter destaque em algo. Essencialmente democrático. No máximo alcance da palavra. Todos podem sonhar! Sonhar alto e longe. Levando alguém consigo, caso este tenha a coragem necessária para se despir de seus conceitos, a fim de ficar mais leve e adejar para novos lugares, ares límpidos, ao estoque de pensamentos ilimitados...
    Dessa feita surge uma inquirição – em dois sentidos: Há maior sonho do que um livro?
    Melhor (e quiçá já respondendo em parte), o livro é a síntese dos sonhos de um(a) escritor(a). Como me é aprazível tê-los (os escritores – de modo geral) por amigos. Mesmo que não o saibam, seus sonhos a partir do instante em que me deparo passam a ser meus também. Adequam-se a mim... ou será eu a eles? (rs)
    Entretanto será possível delinear rios? E os sonhos? Pois bem. Quer tenha pensado sim, ou não, os escritores são mestres. Os poetas, mais especificamente, são gênios.
    Ainda assim, por mais conceituados que sejam os autores, recuso-me a pensar que os rios possam ser “modelados” em correntes obedientes, tal como os sonhos em palavras (tornando-os tão simplórios, efêmeros). Há um “esqueleto” do qual provém toda essa capacidade, essa facilidade?
    Penso que não.
    Ao ouvi-los mais atentamente, percebo algo comum: dizem – ainda bem – que é difícil escrever. Tanto que existe o tal do “bloqueio criativo”.
    Acho, só chegam a afagar os sonhos como quem procura agarrar-se com desvelo a uma fonte de vida. Tentam segurar, porém são tragados pelas correntezas das palavras e das imagens. Afogados, respingam o que podem no papel. Tinta azul, mais de 70% da constituição do corpo humano. Dependemos disso. Nosso cérebro leitor urge.
    Isso é o mais impressionante: apesar do deboche dos sonhos, sempre sobra resquícios. Ao que nós lemos e admiramos.
    Imaginemos a honra de sermos levados pelos sonhos? E se conseguissem redigir tudo, ipsis litteris?
    Apesar de todos sermos capazes de sonhar, sempre é bom ampliar nossa capacidade criativa através do contato com o outro, principalmente se for “especialista” na transmissão das palavras.
    Resta-me suspirar e agradecer o “pouco” que nos dão.

    Wesley - SP

    Obs.: Peço escusas à Juliane pelo espaço tomado aqui. Empolguei-me demais. :) Quem sabe eu ainda não tenha o equilíbrio...
    A propósito, excelente blog. :)

    ResponderExcluir
  11. É bem fácil na teoria, bem mais difícil na prática. Se equilibrar durante a vida é uma habilidade para poucos, visto que estamos em constante crescimento, ainda somos seres em progresso, em processo de lapidação diária. Com muito esforço, aos poucos vamos nos desprendendo de nossas limitações e vamos adquirindo mais equilíbrio sim. Mesmo que ainda não seja plena, porque tudo vem devagar, o amadurecimento contribui nesse equilíbrio. E de fato, a vida se infla em alegria, porque se torna mais leve, nos propicia mais força para suportar.

    É difícil, mas não impossível...

    Lindo poema Ju! Só podia ter vindo de você!

    Beijo carinhoso!!

    ResponderExcluir
  12. Adorei seu blog!
    Achei tudo muito lindo.
    Voltarei sempre que puder.
    Se quiser visitar e puder “seguir” o meu também ficarei muito feliz.

    Beijos.

    Ani

    http://cristalssp.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Procuro sempre um equilíbrio dentro de mim. Além de importante, ele nos ajuda a entender algumas coisas na vida. Sem contar que, na vida, tudo, ou, quase tudo envolve um "bom equilíbrio" . Senão, tudo "cai", tudo fica ainda mais difícil de dizer, ou fazer.

    BeeeiJuu *-*

    ResponderExcluir
  14. Manter este equilíbrio é muito difícil. A vida é uma corda bamba. Tenho medo de perder o controle, por isso decidi não perder.

    ResponderExcluir
  15. Passando pra desejar uma linda semana pra tu minha querida!
    Esperando texto novo *-*
    Um grande beijo!!

    =D

    ResponderExcluir
  16. Oi Ju,
    Amo teus escritos, a forma como vc se expressa!
    Divinal!
    Bjs

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo.
Mas não esqueça, aceito suas palavras se você aceitar as minhas.

Att. Juliane Bastos


Designer por Juliane Bastos e Pâmella Ferracini exclusivamente aos 3 anos do blog.