Tudo por mim

Tumblr_l40xgjxsi51qbqvc1o1_500_large


Já fui longe, já cometi erros e retornei. Não me arrependi de ter lutado por o que queria, mas me arrependo por não ter me esforçado mais por tudo que ainda permanece intacto aqui dentro, muitas vezes perdido entre um pensamento e outro, esperando a tal realização.

Já voltei por medo de seguir, já perdi por medo de ter. Tem momentos que você percebe que o certo mesmo é parar em qualquer esquina e refletir se o caminho tem que ser exatamente aquele que está a sua frente. Não se influencie por pessoas que já cruzaram por ali, seja seu próprio guia.

Já troquei um amor por uma paixão e tive a certeza que estava fazendo o certo. Então, eu me pergunto sempre, qual é o certo? Para mim é seguir o que meu coração quer, porém o que ele quer nem sempre agrada os outros e principal. Mas desde quando eu sou obrigada a agradar os outros?

Já tive certeza mesmo incerta e enganei a mim mesma por isso. Não cometi erros só para aprender, mas aprendi muito onde tropecei. Levantar é uma consequência, mas só os fortes sabem a postura que devem ter ao reerguer a cabeça e olhar pro lado.

Já usei minhas próprias palavras e fui enredada por meus próprios pensamentos. Cai, levante, tive orgulho e fraquejei. Consegui sair de onde muitos não me permitiam sair. Calei vozes certas e mantive minha palavra. Agradei uns, desagradei outros, mas o principal eu fiz, vivi tudo da forma exata que eu queria e por uma única pessoa, tudo por mim.
Comentários
18 Comentários

18 comentários:

  1. Que lindo o texto! Concordo com voce, em cada palavra, já passei por tudo isso e fiz tudo por mim. E é o que importa né. Beeeijaaao sua linda s2

    ResponderExcluir
  2. Do que adianta viver uma vida que não é sua só para agradar os outros? Não faz sentido algum e no final quando você se der conta, vai ser tarde demais. Temos que viver por nós, tudo para nos fazer feliz o tempo todo, não importa o quanto difícil seja aquilo, quem quer e quem acredita sempre consegue.
    Amei o post, Ju. Você é demais escrevendo, super fico babando nos seus textos. KKKK

    Beijos,
    Monique <3

    ResponderExcluir
  3. Devemos fazer tudo por nós mesmos, pois, só conseguiremos amar ao próximo se nos amarmos primeiro.

    Lindo texto!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Que lindo, Juu!
    Acho que devemos fazer tudo por nós mesmos sempre, e é verdade, nem sempre o que o coração quer agrada os outros, mas eu acho que é melhor sempre seguir ele, porque o coração vai te levar para a felicidade, creio eu.

    http://www.senhoritaliberdade.com/

    ResponderExcluir
  5. E apesar das quedas, falhas, o importante é que façamos sempre pensando em nós, não a ponto de ser egoísta e sim de sermos algo porque queremos, não pelos outros. Mais um texto pra mexer com a cabeça de cada leitor, parabéns.
    Beijos Ju, ótima semana. ;]

    ResponderExcluir
  6. Ah, Ju, a gente tem de seguir o instinto, coração, consciência, ou seja lá como as pessoas chamam. É como eu sempre digo: a voz do destino não se ouve com os ouvidos, mas sim com o coração.
    A gente cai, se quebra, se rala todo, mas aprende e cresce. Isso é o que importa: se olhar no espelho e não se sentir mal consigo mesmo, com sua própria consciência.

    Beijo, linda!

    ResponderExcluir
  7. Tatiele Nunes13/09/2012 05:58

    Temos que fazer tudo por nós e nossos sonhos.

    ResponderExcluir
  8. Anderson Cabral13/09/2012 05:59

    Você tem uma coragem incrível com as palavras, parabéns blogueira.
    Adorei teu blog.

    ResponderExcluir
  9. Não gosto das tuas palavras, muita melassao.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas tem gente que ama, e a maioria prevalece. Nem todos tem doce nas palavras como a Juu e que não se esconde, mostra a todos a sua escrita, sem anominato.

      Iasmin Cruz.

      Excluir
  10. Nossa, simplesmente, perfeito!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  11. Amei o texto, afinal, não adianta nada fazermos as coisas pelos outros. Lutar, batalhar e vencer por nós mesmos é o melhor a se fazer. ♥

    ResponderExcluir
  12. Para mim, essa de "siga seu coração" nunca dá certo, porque meu coração está sempre perdido, confuso e partido.

    ResponderExcluir
  13. O importante, querida Juliane, é que possamos ter esta sonora capacidade de sermos nosso próprio guia, independente do que os outros acham. Não é necessário agradar ninguém. Ser autêntico e lutar fidedignamente pelo melhor, pelo amor que nos cerca é que nos torna especiais. Gostem ou não, somos o que devemos ser. Devem nos amar pelo que realmente nos define. Viver não é algo que subtrai, mas soma, pelo querer que nos alimenta, mesmo nas vãs derrotas, nas dolorosas quedas.

    É natural toda essa intersecção que a alma se confronta, diante das escolhas, ou mesmo nas perdas que nos afligem. Mas faz parte da nossa parcela humana, dessa essência que se pendura nas linhas mal tracejadas dos ensinamentos. Amar pode ser tortuoso, mas só quem a segue com legitimidade sabe o valor dessa busca, porque entende o prêmio final, o tesouro que tanto ansiamos resgatar deste baú que procuramos a esmo.

    Não sabemos, mas é necessário ir adiante, acreditando. E vivendo da maneira mais verdadeira possível. Não por ninguém, mas por nós, pela nossa felicidade. Vai que você consegue.

    Minto, já conseguiste... ;)

    Belo texto!

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  14. Lindo. Até me identifiquei.

    ResponderExcluir
  15. A vida é assim, não é mesmo?
    A gente cai, levanta, chora, ri..enfim, vive todas as experiências que a vida nos oferece. E sim, devemos fazer isso por nós mesmo, afinal é quem sente na pele tudo isso.

    Tuas palavras me encantam a cada dia, gaucha.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem vindo.
Mas não esqueça, aceito suas palavras se você aceitar as minhas.

Att. Juliane Bastos


Designer por Juliane Bastos e Pâmella Ferracini exclusivamente aos 3 anos do blog.